23 Ago 2019
Opinião

Os melhores de 2018

Foxbyte rewind?

Mais um ano passou, e muito aconteceu. Tivemos um ano cheio de grandes lançamentos e acontecimentos, e começamos 2019 a relembrar o bom e o mau do ano passado.

O ano 2018 foi um ano que ficou marcado nomeadamente pelos grandes títulos que foram lançados, como foi o caso de Red Dead Redemption, God of War, Marvel’s Spider-Man, Super Smash Bros. Ultimate, Forza Horizon 4, Celeste, Dead Cells e muitos outros. Pudémos ver qualidade nos jogos AAA, assim como nos indie, mas o grande foco será para os jogos single-player, quebrando assim os rumores e palpites de que os gamers perderam interesse em experiências single player.

No que toca a consolas, o maior destaque vai para a Nintendo Switch, que no espaço de menos de um ano já tinha antingido valores recorde, e prometendo uma enorme quantidade de lançamentos ao longo do ano inteiro. A empresa tem cumprido o que prometeu e dá para ver o enorme apoio que a consola tem dos estúdios “da casa”, assim como de terceiros. Falando ainda da Nintendo, a 3DS foi um sistema que pouco se viu em 2018 e parece que menos se verá em 2019, pois a empresa está totalmente empenhada na sua consola híbrida.

A PlayStation demonstrou aos jogadores que é possível criar grandes narrativas e ignorar por a experiência multijogador quando esta é desnecessária. Com títulos como God of War, Marvel’s Spider-Man e Detroit Become Human, os jogadores da tiveram dezenas de horas envolvidos em diversas narrativas, conhecendo as suas personagens e mundos. A PlayStation 4 continua a ser a consola com mais vendas do mercado, podendo esta já ter passado a barreira dos 90 milhões de unidades vendidas, e o Marvel’s Spider-Man bateu o recorde de vendas, com 3.3 milhões de cópias vendidas em 72 horas. No entanto, a PlayStation ainda fez das suas em 2018, anunciando que a partir do segundo trimestre de 2019 deixará de lançar jogos para a PlayStation 3 e PlayStation Vita para o PlayStation Plus, o que seria de esperar eventualmente para a consola caseira de geração anterior, mas ao mesmo tempo vem a confirmar que a empresa vai cortar de vez com qualquer produção para a PlayStation Vita, consola essa que já não vê um título AAA há imenso tempo, aguentando-se assim com o mercado indie e japonês. Outra jogada da PlayStation foi o anúncio que em 2019 não estarão presentes na E3, o que levou a que muitos fãs se questionassem sobre quando é que a empresa irá apresentar novos projetos para o futuro, no entanto a empresa ainda tem grandes títulos previstos serem lançados este ano.

No que toca à Xbox, o Xbox Game Pass tem sido o melhor amigo dos jogadores, disponibilizando grandes títulos aos jogadores por uma subscriação muit acessível. A empresa falhou no que toca a trazer uma grande diversidade de jogos exclusivos para o mercado, sendo que os que mais se destacaram foi o Forza Horizon 4 e Sea of Thieves, embora o último tenha recebido críticas mistas. No entanto a Microsoft passou o ano de 2018 a comprar estúdios como foi o caso da Ninja Theory, Undead Labs, Compulsion Games, Playground Games, inXile Entertainment e Obsidian Entertainment. E enquanto que a concorrência anuncia a sua ausência, a marca Xbox pareceu muito empolgada para poder mostrar ao mundo o que está a planear durante a E3 2019.

O ano 2018 também ficou muito marcado pela popularização do modo Battle Royal, sendo que títulos AAA começaram a implementar isto nos seus jogos, como foi o caso de Call of Duty: Black Ops IIII e Battlefield V. Falando em Call of Duty, 2018 foi o ano em que pudemos ver o primeiro jogo da série sem qualquer campanha, aparte de umas pequenas missões. Mas mais que os jogos, o aumento de criadores de conteúdos graças a estes jogos foi surreal, ao ponto em que muitos apareceram nos títulos de vários meios.

Falando em criadores de conteúdos, 2018 foi o ano em que se perdeu um dos melhores. John Peter Bain, mais conhecido como TotalBiscuit, perdeu na luta contra um cancro no intestino.

Como em qualquer ano, há sempre algumas maçãs podres na colheita, mas em 2018 jogos como o Fallout 76 e Metal Gear Survive levaram a que os fãs das séries fossem para as redes sociais e a criar conteúdo a apontar os seus defeitos. A Bethesda ainda piorou a sua situação com alterações de ultima hora à edição colecionador, seguindo-se com uma controvérsia com a edição limitada de Nuka Dark Rum.

Enquanto que a Bethesda nos mostrou o que é bater no fundo, a Blizzard mostrou-nos desespero ao pararem de dar apoio à sua vertente eSports de Heroes of the Storm, Lootboxes de oferta em produtos alimentares para o Overwatch, a ultima expansão de World of Warcraft tem baixado cada vez mais o número de jogadores e o anúncio do Diablo Mobile, que foi altamente repreendido pelos fãs. A Rockstar Games também teve sobre fogo com a informação que foi lançada sobre as 100 horas semanais que os funcionários andaram a fazer perto do lançamento do Red Dead Redemption 2.

Com isto, queremos anunciar os jogos que a equipa do Foxbyte considerou os melhores de 2018.

Foxbyte Jogo do Ano

  1. God of War e Marvel’s Spider-Man – 5 votos
  2. Red Dead Redemption 2 – 3 votos
  3. Dragon Quest XI e Monster Hunter: World – 1 voto

Com um ano repleto de experiências a solo, a equipa do Foxbyte não conseguiu ficar indiferente aos dois exclusivos da PlayStation. God of War e Marvel’s Spider-Man são os jogos do ano 2018.

Foxbyte Ainda a jogar

  1. Call Of Duty: World War II – 2 votos
  2. Destiny 2 – 1 voto
  3. The Legend of Zelda: Breath of The Wild – 1 voto
  4. Assassin’s Creed: Origins – 1 voto

Por estranho que pareça, o conceito de “Boots on the ground” ainda roda nas nossas consolas. Call of Duty: World War II é o jogo que ainda estamos a jogar, mesmo com o lançamento de um novo título na série.

Foxbyte Estúdio do ano

  1. Santa Monica Studios – 5 votos
  2. Rockstar Games e Insomniac Games – 4 votos
  3. Treyarch – 1 voto
  4. Level 5 – 1 voto

A decisão é unânime e a Santa Monica Studios está de parabéns pelo trabalho em God of War.

Foxbyte Jogos mais aguardados

  1. The Last of Us: Part 2 e Days Gone – 3 votos
  2. Death Stranding – 2 votos
  3. Dirt Rally 2.0 – 1 voto
  4. Kingdom Hearts 3 – 1 voto
  5. Anthem – 1 voto
  6. Tales of Vesperia – 1 voto
  7. Mortal Kombat 11 – 1 voto

O ano 2019 vai trazer muito conteúdo que toda a comunidade está ansiosa por jogar, mas a equipa do Foxbyte quer ver o que a PlayStation nos vai trazer este ano. The Last of Us: Part 2 e Days Gone são os jogos mais aguardados para 2019.

Foxbyte Jogo Português do Ano

  1. Strikers Edge

Dentro de Portugal, muito se passa ao longo do ano, desde eventos, ensino e criação de videojogos. 2018 começou com o lançamento do Strikers Edge, primeiro vencedor dos Prémios PlayStation em Portugal e foi um jogo que nos cativou por completo, ao ponto de na passagem de ano novo ter sido o jogo de eleição cá em casa. Uma menção honrosa é sem dúvida para o Dakar 18 que atacou o mercado dos AAA sendo relativamente bem recebido pelos críticos. Strikers Edge é o jogo português do ano.

Em 2019 esperamos que possamos continuar a contar com vocês, nossos leitores, para nos acompanharem assíduamente com todo o conteúdo Gaming e Geek que colocamos no nosso site. Que este ano nos traga muitos jogos cheios de qualidade e a indústria no nosso país se desenvolva ainda mais.

PS: O Darksiders III está muito bom!

Related posts