24 Set 2020
Notícias

Myamoto pediu à Rare para James Bond matar menos em Goldeneye 64

Já todos sabemos que um filme do 007 sem mortes é como uma praia de nudistas sem…areia.Segundo Martin Hollis, co-designer de Goldeneye 64, durante a produção do jogo, a equipa recebeu um fax de Shigeru Miyamoto a dizer que o jogo “continha muitas mortes e que achava isso horrível”. Hollis responde. “Não acho que tenhamos feito algo para mudar isso, mas no final, ele sugeriu que os personagens no final do jogo apertassem as mãos num hospital, pois achava o jogo muito trágico”.

GOLDENEYE 007

Visto que Shigeru nunca chegou a ver um hospital cheio de pessoal furado a tiro, a apertar a mao ao espião britânico, a equipa da Rare acabou por colocar nos créditos do jogo que era tudo fictício.

Apesar de Goldeneye 64 se ter tornado um marco para uma geração de novos consumidores de jogos FPS, também o foi para o próprio género em si, e trouxe bastantes dinâmicas de jogabilidade implementadas até hoje nos jogos de tiroteio.

E vocês? O que acham desta pérola da Rare para a consola de 64 bits da Nintendo? Acham que o jogo tem violência a mais ou é apenas da cabeça do Miyamoto?

 

 

Related posts