22 Nov 2019
PS4

Análise Concrete Genie

Uma aventura sobre compreensão pelos outros e paixão interior para concretizar o que mais desejamos.

Concrete Genie é um jogo de ação-aventura, produzido pela PixelOpus exclusivamente para a PlayStation 4.

Neste jogo, o jogador interpreta o papel de Ash, um rapaz com uma paixão por desenhar, que vive numa cidade corrompida por pensamentos negativos – Denska. A estória começa com o nosso protagonista a ser atacado por um bando de rufias, que lhe rasgam o caderno de desenhos e depois o mandam para uma ilha com um farol.

É nesta ilha que Ash vai descobrir um poder misterioso que irá dar vida às suas criações, mais especificamente, a última de todas, a Luna. Ash também recebe um pincel mágico que lhe permite desenhar nas paredes, sendo esta uma das mecânicas principais do jogo. Podemos criar monstros, chamados de Genies, que nos irão ajudar ao longo dos níveis de diversas maneiras.

Em certas partes do mapa podemos criar um genie novo, e o jogador tem total liberdade de criar e personalizar os seus genies como bem entender, consoante as páginas que já apanhou. Os genies têm classes diferentes, sendo que à medida que progredimos no jogo iremos começar a misturar as diferentes classes para resolvermos os puzzles.

Durante a estória, iremos tentar trazer vida de volta à cidade corrompida de Denska, desenhando os diversos desenhos que recuperamos à medida que avançamos nos níveis. Estes desenhos servem para acender lâmpadas que estão espalhados pela cidade, no entanto, alguns apenas serão alcançáveis através da “super tinta”. Para obtermos esta tinta especial, iremos precisar dos Genies que criamos. A super tinta permite pintar por cima da corrupção, dando acesso a novos caminhos para os nossos Genies.

A jogabilidade de Concrete Genie assemelha-se à de um jogo de puzzles, sendo que colecionamos folhas do nosso caderno, para termos mais desenhos disponíveis, que por sua vez nos permite agradar os genies para executarem diversas tarefas. Digo puzzle, porque existe mesmo uma ordem e desenhos específicos para serem usados em momentos específicos, de modo a que consigamos agradar o nosso genie. Quando o genie estiver satisfeito poderá recuperar uma memória, brincar connosco ou ativar uma opção para progredirmos no mapa

Outro elemento da maneira como jogamos é o facto de usarmos o motion control do Dualshock 4. Infelizmente foi uma oportunidade perdida não ser permitido usarmos os Comandos Move durante a campanha, no entanto é possível nos outros modos VR. O jogador pode escolher entre o motion control ou o tradicional analógico direito para fazer os movimentos do pincel, embora seja muito mais fluido e prático usar o movimento do comando.

Para quem tem um PlayStation VR, Concrete Genie apresenta-nos dois modos compatíveis com os óculos de realidade virtual. O primeiro é o mais parecido à campanha, sendo que estaremos a pintar em 2D nas paredes. O outro modo permite-nos usar as mesmas técnicas mas num ambiente 3D, criando mesmo o cenário à nossa volta.

A arte é sem dúvida um ponto de venda, pois os efeitos luminosos nos desenhos dá uma vida e dinâmica totalmente única ao jogo. Isto aliado com um estilo de arte cel shaded e com pequenas animações em stop motion, tornam tudo uma peça única neste tipo de jogos.

Enquanto estivemos a concluir a campanha deparámo-nos com algumas falhas a nível de animações. Por vezes não há uma transição fluida entre animações e o movimento da personagem é incerto, o que pode prejudicar alguns saltos. São pequenas falhas que não comprometem a experiência geral do jogo.

Em suma, somos apresentados a uma narrativa com uma mensagem forte sobre bullying, visto que durante o jogo todo Ash está sempre a ser confrontado pelos rufias que lhe rasgaram o caderno. Em certos instantes, somos apanhados por eles e quando nos tentam tirar o pincel mágico, a magia do mesmo permite-nos ver um pouco da sua história e perceber o porquê de nos estarem a tratar mal. Tudo isto está em torno do objetivo do jogo, que é acabar com todos os pensamentos negativos em Denska.

Concrete Genie apresenta uma arte soberda, única e interessante, sendo o ponto forte do jogo. A jogabilidade também é um ponto positivo, sendo que experimenta algumas ideias novas que acabam por trazer um interesse adicional ao mesmo.

Se procuram uma aventura com uma narrativa fácil de seguir, com uma mensagem forte, e uma jogabilidade nova, Concrete Genie é uma boa aposta para um fim de semana de Outono.

Concrete Genie
8 / 10 Pontuação
Rating8

Related posts