17 Out 2018
Análises

Análise – WarioWare Gold

Wario está de volta em mais uma divertida aventura.

Confesso que sou fã desta série de spin-offs baseado no universo de Wario (sim, com o cast de personagens que aparecem nestes jogos, já se pode afirmar que Wario tem o seu próprio universo), apesar de achar das coisas mais bizarras que a Nintendo já fez.

Wario_ware_gold_wario
Existem vários tipos de design, e todos eles bizarros.

Para quem não está familiarizado com a série WarioWare, tratam-se de pacotes de mini-jogos que utilizam as funcionalidades das consolas onde são lançados, na perfeição. Só para terem uma ideia, o cartucho de WarioWare: Twisted! no Game Boy Advance vinha com um giroscópio para que o jogo tivesse mini-jogos onde se tinha que virar a consola (felizmente hoje em dia a consola já faz isso por si mesma).

Este WarioWare Gold trata-se de uma espécie de tributo à série, pois contem mini… perdão, micro-jogos de todos os jogos anteriores da série e alguns totalmente novos, contabilizando mais de 300 no total. Cada micro-jogo dura cerca de 5 segundos, e durante esse tempo temos que realizar a ação que nos pedem, utilizando os direcionais, o touch screen, o giroscópio ou até mesmo soprando para o microfone. Os micro-jogos vão desde guiar um rapaz para a casa de banho, escolher qual de dois objetos tem mais peso, dar chutos em bolas, mas também podem ser bastante bizarros como enfiar dedos em narizes, guiar o Mario na famosa Rainbow road e aparar um lápis.

Até Balloon Fight faz uma aparição.
Até Balloon Fight faz uma aparição.
Versões alternativas dos heróis e vilões do universo Nintendo.
Versões alternativas dos heróis e vilões do universo Nintendo.

O modo principal do jogo é a campanha, uma história onde o objetivo é derrotar vários conhecidos de Wario até chegar até ele. No inicio existem 3 ligas: a de Mash, Twisted e Touch, e em cada uma delas apenas existem jogos que utilizem esses mesmos controlos. Depois dentro de cada uma das ligas existem os bosses que têm micro-jogos temáticos: desportos, tarefas do dia-a-dia, fantasia e micro-jogos baseados em jogos da Nintendo. Terminando estas 3 ligas, aparecem mais 3 onde misturam temas e todos os tipos de controlos, desta vez com o sopro incluído. A campanha não é difícil, mas fácil o q.b. para que não se torne enfadonha.

warioware_gold2
Não se deixem enganar pelo ar fofinho dos vossos rivais.

Terminando a campanha, desbloqueamos o modo de desafios, onde podemos jogar mixes de micro-jogos com twists e dificuldades absurdas para nos manter ocupados durante muito tempo. À medida que vamos jogando, vamos ganhando moedas para compras “bolas surpresa”. Estas bolas podem contem todo o tipo de prémios, como mini-jogos, cartas dos personagens e peças de história da Nintendo. Estes são os colecionáveis que mais interesse têm, pois aqui podemos desbloquear desde consolas até aos brinquedos que a Nintendo produziu, incluindo as tão famosas cartas que fizeram lançar a companhia.

Faz de tudo para esconder o dad bod.
Faz de tudo para esconder o dad bod.
Wario, o único a fazer skateboarding numa salsicha.
Wario, o único a fazer skateboarding numa salsicha.

WarioWare Gold é um excelente tributo a esta série que já vem desde o Game Boy Advance. Visualmente é fantástico e a juntar ao voice acting e banda sonora, fazem com que seja um dos títulos mais divertidos da consola. Contudo, não é um jogo para toda a gente, apenas para aqueles que gostam de desafios relâmpago e uma grande dose de coisas bizarras.

WarioWare Gold
9 / 10 Pontuação
Resumo
WarioWare Gold é o melhor jogo da série. É extremamente divertido e é o "cigarro" perfeito para as pausas do trabalho.
Rating9

Também te pode interessar