17 Jul 2019
Análises

Análise – Ever Oasis

Uma lufada de ar fresco vinda de uma mistura de conceitos.

Quando o jogo foi anunciado, o que mais me saltou à vista foi o nome Oasis. Não que me tenha lembrado dos irmãos Gallagher, mas sim de Beyond Oasis (Story of Thor). Os jogos não são nada parecidos, mas sendo Beyond Oasis o meu jogo favorito da Mega Drive, fiquei bastante curioso.Ever Oasis tem uma premissa bastante simples. O jogo tem como palco um Oasis no deserto, liderado pelo irmão do nosso protagonista. Tudo corre bem até que o Chaos chega ao Oasis e destrói praticamente tudo. O protagonista encontra então Esna, um espírito aquático que nos ajuda a formar um novo Oasis. Este novo Oasis é então liderado por nós, e a nossa tarefa é evoluir o mesmo, fazendo com que se torne num sitio cada vez mais habitável. À medida que vai sendo aumentado, vamos recebendo novos residentes e visitantes. Os residentes irão estabelecer a sua vida e aos poucos vão criando pequenos negócios e somos nós que vamos estar encarregues de arranjar stock para os vendedores que depois nos recompensarão com dinheiro. Numa fase mais avançada do jogo, iremos ter acesso a residentes com habilidades que nos ajudam a automatizar as nossas tarefas, deixando então de ser preciso estar constantemente a visitar todas as lojas para repor stock ou cultivar.

Mais do que um jogo de gestão de uma vila, Ever Oasis é um RPG de ação. Nem sempre os viajantes de cruzam com o nosso Oasis nem os mantimentos caiem do céu. Somos nós que temos que ir explorar o deserto à nossa volta em busca dessas coisas. Existem várias áreas para explorar com inimigos, masmorras e materiais para vender nas lojas e para criar e atualizar equipamentos. O combate é bastante simples, tendo apenas ataque fraco, forte, habilidade e esquivar. Podemos levar até outros dois companheiros, cada um com as suas diferentes habilidades, tanto de combate como de exploração.

As masmorras funcionam um pouco como em The Legend of Zelda. O que não é de estranhar, pois este jogo foi produzido pela Grezzo, o estúdio responsável pelas remasterizações de Zelda para a 3DS. Vários puzzles espalhados pelas diferentes áreas, pois isso temos que ter algum cuidado a escolher quem iremos levar na jornada. Se aparecer algum que nenhum deles consiga fazer, podemos sempre usar um aqua gate que nos leva de volta para o oasis e de seguida voltar exatamente a esse ponto. No fim da masmorra, existe sempre um boss.

Ever Oasis deixou-me colado à consola por várias horas. Tanto a parte da gestão como a de combate são bastante divertidas, juntando a isto um especto chibi num ambiente egípcio bastante bem retratado e uma música que fica no ouvido, é sem dúvida um título a ter em conta, mesmo que a irmã mais velha da família Nintendo já se encontre a dar cartas no mercado. Resumindo um jogo numa frase, é um RPG de ação com uma forte pitada de Harvest Moon. Se se lembram de Fantasy Life, Ever Oasis é o mais parecido que encontrei até à data. Sendo um título tão simples, é perfeito para pegar e jogar nas pausas. Apesar de se tratar de uma história bastante simples, arrisco-me até a dizer que até foi pensada para crianças, é divertido o suficiente para um adulto se colar ao jogo.

 

Related posts