31 Mar 2020
PC e Mac

Jean-Max Morris revelou dificuldades em arranjar apoio para uma protagonista feminina

Remember MeO director criativo de Remember Me Jean-Max Morris afirmou numa recente entrevista que arranjar editora que apoiasse um jogo com uma protagonista feminina foi um grande desafio.

Aquando da sua abordagem às editoras, Morris encontrou muito cepticismo e preconceito sobretudo derivados de presumíveis consequências comerciais: “Tivemos alguns que nos disseram ‘Bem, não queremos publicá-lo porque isso não vai ter sucesso. Não podem ter uma protagonista feminina nos jogos. Tem de ser um protagonista masculino, tão simples como isso'”.

Morris explicou ainda que não foram só as dúvidas comerciais que se mostraram um entrave mas como alguns preconceitos em relação ao seu conteúdo: “Quisemos explorar alguns aspectos da vida privada de Nilin e isso significou, em certos momentos, que queríamos momentos em que ela beijasse um homem. Tivemos pessoas que nos responderam que: ‘Vocês não podem fazer um jogador beijar outro homem num jogo, isso ia ser estranho.’ É preciso um certo nível de imersão na história, mas isso não significava que a orientação sexual do jogador fosse posta em causa por joga-lo. Eu não sei, essa atitude é-me extremamente estranha.”

Apesar destas dificuldades, a DONTNOD Entertainement conseguiu o apoio da Capcom e Remember Me chegará ao mercado a 4 de Junho.

Related posts