15 Abr 2021
PS4

Namco Bandai nomeada a companhia mais "poderosa" do Japão

Todos os anos, a revista japonesa de negócios e economia, Toyo Keizai publica o rank das grandes companhias do Japão, baseando-se em quatro pontos: Crescimento, estabilidade, magnitude e lucro.

Cada parâmetro é avaliado de valores entre 500 a 1000, e após a soma dos 4 pontos, é determinada a posição de cada companhia numa lista de 2000 companhias. A baixo podem encontrar o Top 10 das companhias de vídeo jogos japonesas, que arrecadaram a melhor posição, e a posição a que se encontravam no ano passado.

  1. 126ª – Namco Bandai – Posição no ano passado: 442ª
  2. 157ª – Broccoli – Posição no ano passado:  sem posição
  3. 173ª – Nihon Falcom – Posição no ano passado: 215ª
  4. 292ª – Sony –Posição no ano passado: 163ª
  5. 318ª – Capcom – Posição no ano passado: 701ª
  6. 363ª – Sega – Posição no ano passado: 133ª
  7. 363ª – Marvelous AQL – Posição no ano passado: sem posição
  8.  390ª – Tecmo Koei – Posição no ano passado: 451ª
  9. 567ª – Konami –Posição no ano passado: 355ª
  10. 1647ª – Nintendo – Posição no ano passado: 219ª

De acordo com a lista, a Namco Bandai foi eleita a mais “poderosa” companhia japonesa de vídeo jogos, avaliada com: Crescimento 881, lucro 807, estabilidade 973, magnitude 644.

É curioso observar pequenas companhias como Brocooli e Nihon Falcom no top 200, com avaliações elevadas em todos os parâmetros menos na magnitude

Sony não chegou ao top 200, descendo 129 posições em relação ao ano anterior. Apesar de ter arrecadado 1000 em magnitude,  os outros valores foram menos elevados com 673 no crescimento, 785 no lucro e 740 na estabilidade.

A companhia que levou que caiu a pique foi a Nintendo, algo não muito surpreendente após o fraco ano da companhia. A histórica companhia de Kyoto, caiu de 219ª para 1647ª. A Nintendo ainda foi avaliada com um excelente 998 a nível de estabilidade, e com uns razoáveis 774 e 708 em lucro e magnitude respectivamente. O que realmente penalizou a companhia foi ter arrecadado a mais baixa pontuação possível a nível de crescimento, 500.

Related posts