03 Set 2018
Especial

Top 10 ENE3 2014: As escolhas do Tiago

Vejam que jogos é que o Tiago Vasconcelos escolheu para o seu Top 10 de 2014.

Nota: As escolhas do nosso editor são com base em jogos que ele jogou em 2014, não se esgotando apenas em jogos lançados em 2014.

“As minhas escolhas fogem um bom bocado aquilo que seria “normal”. Não sou o gajo que segue os lançamentos mais recentes, passo a maior parte do tempo com jogos mais antigos e tenho gostos algo peculiares. 2014 foi um excelente ano para jogos, principalmente com a nova geração de consolas a ganhar força, infelizmente, ainda não tive oportunidade de jogar muitos dos grandes jogos de 2014. Aqui fica o meu Top 10, limitado aos lançamentos que pude jogar.”

10 – Final Fantasy X/X-2 HD Remaster

Final-Fantasy

Ok, não é exactamente um jogo de 2014, mas para todos os efeitos, este HD Remaster foi um dos lançamentos que mais me prendeu este ano com o regresso a uma Spira mais bonita que nunca, num dos meus Final Fantasy favoritos.

9 – Metal Gear Solid V: Ground Zeroes

MGS-V

Ai Ground Zeroes… Se fosse um jogo completo estaria sem dúvida nenhuma num lugar muito mais alto na tabela. Como se trata de um pequeno “aperitivo” para o Phantom Pain, fica-se por este lugar, mas continua a ser uma das melhores experiências do ano para mim.

8 – JoJo’s Bizarre Adventure: All Star Battle

Jojo

2014 foi um ano em grande para a franchise do mangaka Hirohiko Araki, com o novo anime em altíssima popularidade. JJBA: ASB veio reforçar essa popularidade com o regresso de Jojo sobre forma de vídeojogo, e conseguiu-o com toda a pompa e circunstância habitual à série.

7 – Watch Dogs

Watch-Dogs

Finalmente uma lufada de ar fresco no que diz respeito à Ubisoft. Fundamentalmente não foge assim tanto à formula de Assassins Creed, mas o setting, a história e acima de tudo, as novas mecânicas trazem um pacote de novidades bem interessante.

6 –
Danganronpa: Trigger Happy Havoc

Dagonpan

Embora o seu lançamento original na PSP tenha sido em 2010, apenas o ano passado tivemos direito a um lançamento oficial fora do Japão, com o bónus de ser um remaster para a PSVita. Esta Visual Novel com elementos de “Ace Attourney” certamente fará as delícias de muitos.

5 – The Binding of Isaac: Rebirth

Isaac

Muito mais do que um “remaster”, The Binding of Isaac: Rebirth oferece muito mais conteúdo do que seria de esperar, para além de refinar a experiência do jogo original em praticamente todos os níveis.

4 – Mario Kart 8

Mario-Kart-8

Este não precisa de grandes explicações. É simplesmente um dos melhores jogos multiplayer na sua ultima versão e mais bonito do que nunca. Num ano relativamente lento para jogos de corrida, Mario Kart 8 consegue ultrapassar até alguns lançamentos mais “sérios”.

3 – Fantasy Life

Fantasy-Life

O primeiro jogo que analisei para a ENE3 e certamente um dos melhores do ano para mim. Não por ser incrível em nenhum ponto específico, mas porque é incrivelmente divertido para pegar, jogar durante uns minutos e largar, mantendo sempre o desenvolvimento da nossa personagem.

2 – Pokémon Omega Ruby and Alpha Sapphire

Pokemon-ORAS

Seria estranho se Pokémon não constasse na lista. Depois das novidades introduzidas em X e Y, sempre achei que fosse dificil inovar ainda mais, mas ORAS surpeendeu-me bastante, melhorando em tudo a série. Pokémon ainda está longe de morrer.

1 – Destiny

Destiny

Eu não sou muito de FPS e ainda menos de jogos online. O facto de Destiny ser ambos e me ter prendido da maneira que prendeu é prova de que a Bungie sabe muito bem o que faz nesta área. Tem, para mim, os controlos mais refinados num FPS em anos e dos PvPs mais satisfatórios de sempre.

Também te pode interessar