29 Ago 2018
Artigos

Jogo do Ano – Grand Theft Auto V

E assim chegamos ao fim da nossa lista. A maioria dos elementos da equipa escolheu o novo lançamento da Rockstar como o seu jogo do ano, elevando-o ao topo da lista por uma larga margem.

Eis o que têm a dizer:

Ricardo Passos:

A Rockstar volta a mostrar o porquê de ser um titã na indústria, criando um enorme videojogo, com o maior orçamento na indústria, tornando-o em lucro em menos de uma semana.

Desde o mapa gigante, às paisagens memoráveis de Los Santos, a Rockstar não nos falha no que toca a mundo para explorar, sendo que desta vez nos dá três personagens para explorar o mundo vasto que criaram. A atenção ao detalhe é suprema, tal como tudo o que a empresa faz.

 

Rodrigo Gama:

Provavelmente o jogo com mais expectativas do ano, acaba por não desiludir. GTAV é um dos esforços mais ambiciosos já vistos na industria. É inegável o trabalho da Rockstar em criar um mundo grandioso e detalhado, com eventos de todo o tipo a acontecerem a qualquer momento, com exploração do mundo a dar grandes recompensas, e surpresas como um oceano surpreendentemente detalhado, apenas para os que se querem aventurar nas suas profundezas.

A caracterização das personagens é original e com momentos brilhantes, e a evolução da sua jogabilidade em comparação com os títulos passados, é inegável. Poucos jogos merecem o hype. Este, justifica-o.

Bruno Nunes:

Enquanto os outros produtores andam sempre a mostrar trailers, Gameplay, Imagens…a Rockstar fica calada, mostrando muito pouco do seu jogo a conta-gotas. Eles não precisam de fabricar Hype para GTA e neste ultimo jogo não desiludem.

É simplesmente um marco tecnológico, que no final de vida destas consolas consegue envergonhar muitos jogos em hardware melhor.

O que dizer? É o mais próximo a jogo perfeito que se conhece, quase não falha em nada, diverte o jogador, dá-lhe liberdade para provocar o caos, prende-o com um sorriso à sua história e apresenta um desempenho dos actores que poucos jogos conseguem oferecer.

 

Jorge Relhas:

A integração de multi-protagonistas foi bem conseguida entre a fórmula de sucesso da série GTA.

Um dos jogos que nos deixa concluir que talvez a geração tivesse vida criativa e qualitativa suficiente para durar mais 1 ou 2 anos.

Bruno Costa:

Não posso afirmar que tudo o que a Rockstar faz, o faz sempre certo. O que posso confirmar é que Grand Theft Auto V, é uma maravilha tecnológica e sem dúvida o melhor GTA até hoje criado. Nunca antes vimos uma tão perfeita interacção entre personagens e o mundo que as rodeia. Divertido, ousado ou extremo, não interessa qual o adjectivo, GTA V é um fantástico jogo.

 

César Pedreira:

A Rockstar pegou em três personagens, deu a cada um uma personalidade e uma vida, e com estes elementos temos o melhor enredo da série. Como se isto não fosse suficiente, criou um mapa gigante com inúmeras missões e actividades que dão ainda mais vida a este jogo.

GTA V limita-se a marcar presença nas consolas da geração anterior, indicando que a next gen ainda poderia esperar mais um pouco, e por isso mesmo é que merece o título de melhor jogo do ano de 2013, e possivelmente um dos melhores da geração.

 

E aqui está a nossa análise a Grand Theft Auto V. Até para o ano! Ou não… Ao longo de Janeiro vamos divulgar o top da nossa comunidade! Não percam. 😉

Também te pode interessar