O sucesso da Upfall Studios chega agora à Nintendo Switch.

Quest of Dungeons não é uma novidade para a equipa do Foxbyte. Já o jogámos no PC, na Xbox One, na 3DS e na Wii U. Por isso, como podem ver, é um jogo com a qual a equipa já tem uma certa relação.

Para quem não conhece, nem leu nenhuma das nossas análises anteriores, Quest of Dungeons é um roguelike dungeon crawler RPG por turnos com mapas gerados aleatoriamente. Temos quatro personagens para escolher – Guerreiro, Assassino, Mago e Shamã, cada um deles com o seu estilo de jogo e forças diferentes. A particularidade única do jogo é ser um RPG por turnos em simultâneo, ou seja, o inimigo vai reagir instantaneamente mal o jogador tome uma ação, mas nunca irá avançar sem o jogador faça uma.

O jogo tem mortes permanentes o que significa que se morrerem (é um jogo roguelike, no final de contas), vão começar do zero, sem items e sem habilidades, num mapa totalmente diferente. Isto é o que torna o jogo interessante e prolonga a sua longevidade, no entanto não o subestimem porque embora seja fácil de perceber como se joga, o jogo requer muita concentração para não cometermos erros.

Durante a vossa playthrough irão ter uma grande quantidade de salas por explorar, cheias de tesouros e monstros. Poderão também cruzar-se com um vendedor que está sempre apto a comprar tralhas que não vos interessem mais, assim como poderão comprar armaduras e poções para vos ajudar na vossa aventura.

Na Nintendo Switch, o jogo ganha a dinâmica da própria consola, podendo alterar entre o formato caseiro e o portátil. mas pouco mais que isso. A experiência é muito parecida a quem jogou a versão da Wii U no gamepad.

Não há muito que possamos acrescentar que já não tenhamos falado nas outras análises, apenas que Quest of Dungeons é um jogo que vale a pena pela longevidade e desafio que traz ao jogador. Com quatro personagens diferentes podemos explorar quatro maneiras de jogar totalmente diferentes, explorando masmorras e derrotando inimigos pelo caminho.


Se querem algo viciante, desafiante e sempre a dar uma experiência nova a cada playthrough, não conseguimos recomendar outra coisa senão Quest of Dungeons. Quanto mais o jogamos, mais vontade temos de voltar a pegar nele para fazer um novo jogo.