27 Ago 2018
PS4

Análise – inFAMOUS: First Light

inFAMOUS: First Light é o primeiro conteúdo desenvolvido pela Sucker Punch para o seu título de lançamento na PS4: inFAMOUS: Second Son.

Delsin passa o testemunho a Fetch em First Light, sendo que este DLC vai funcionar como uma prequela a Second Son. Desta vez não vamos ter poderes extra para confiar, a nossa única arma são os reflexos de Fetch e o meu poder favorito: o néon.

alt=

Em termos temporais, First Light decorre anos antes da chegada de Delsin. Fetch ainda se chama Abigail Walker e em duas linhas temporais diferentes vai nos contar como foi o aparecer dos seus poderes e qual era a relação que tinha com o seu irmão.

Com uma duração média de 4 a 5 horas de campanha, First Light consegue ser um bom conteúdo para quem queria entrar na série inFAMOUS devido ao seu preço (€14.99 na PSN e €19,99 em formato físico) e por se tratar de um título standalone em que não precisam de inFAMOUS: Second Son para jogar.

alt=

Em termos de história, First Light consegue construir algo melhor que Second Son com Fetch a ser movida pelo sentimento de salvar a vida do seu irmão, algo mais forte do que vimos em Second Son onde apesar de ser um jogo muito bom, faltava algo na intensidade da história.

O plano de fundo é o mesmo: Seattle. No entanto agora o comando passa para Fetch que começa com o poder de néon numa fase diferente da de Delsin. Sprint sem parar, novos poderes, novos movimentos para o combate mano-a-mano e novas habilidades de movimentação tornam Fetch algo mais do que conhecíamos em Second Son. A jogabilidade é a que já conhecíamos, desenhada e programada com a dedicação da Sucker Punch em tornar toda a experiência a mais fluida e divertida possível – com uma acção e contraste de cor que só o efeito néon consegue proporcionar.

alt=

Um novo sistema de upgrades também foi implementado, algo que adiciona mais desafio ao jogo. Apesar de ser uma progressão mais fácil é sempre divertido andar a coleccionar pontos para melhorarmos os nossos ataques, poderes e habilidades.

Para além da exploração da cidade que está sempre ao nosso alcance, existe agora um novo modo de jogo que nos convida a completar uma série de desafios. As missões secundárias também continuam presentes mas pouco acrescentam ao jogo, ao fim de algum tempo sofrem de problemas de repetição, ou estamos a fazer snipping ou corridas mas sem nada de novo a ser acrescentado, nem a dificuldade sofre grande impacto. Mesmo algumas missões da história soam a missões secundárias por serem demasiado simples ou curtas, podia ter havido aqui um aprofundar maior da forte história de Fetch.

O sistema de desafios que falámos à pouco convida-vos também a desafiarem as pontuações dos vossos amigos. Aqui a dificuldade consegue atrapalhar o vosso objectivo e algumas arenas tornam-se mesmo difíceis de completar. No final podem consultar as pontuações dos amigos e ficar a saber quem é que domina melhor Fetch e os seus poderes.

alt=

Visualmente mantém o mesmo motor gráfico que vimos em Second Son, com um visual fantástico para ao arranque da geração e com os efeitos néon a saltar à vista.

First Light é essencialmente dedicado aos jogadores que gostaram de jogar Second Son ou aos jogadores que procuram entrar na série, conhecer o seu estilo a sua história e os seus personagens. É um bom conteúdo lançado pela Sucker Punch onde apenas os jogadores que não gostaram de Second Son devem evitar este DLC. Pelo seu preço e conteúdo e pela capacidade de correr de forma independente de Second Son, First Light mostra-nos o passado de Fetch e partilha-nos uma experiência completa do universo inFAMOUS: obrigatório para todos os fãs da Sucker Punch e desta fantástica série.

O jogo está disponível por apenas €14.99 na PSN e €19,99 em formato físico, um excelente preço para tudo o que nos proporciona e para as 4 ou 5 horas dedicadas à campanha.

Esta análise foi feita com base na versão digital de inFAMOUS: First Light  na PlayStation 4, que foi fornecida ao autor pela Sony Portugal.

Também te pode interessar