25 Nov 2020
PS4

Análise – WRC 9

O WRC 9 apresenta-se para os seus aficionados com mais um jogo da série WRC que apesar de não ser revolucionador, não desilude.

Apesar deste já ser o nono título da série é importante referir para quem não conhece ou queira experimentar pela primeira vez, que estamos perante um simulador de rali que tenta ao máximo que a experiência do jogador seja o mais realista possível.

Posto isto, para quem joga pela primeira vez e não está habituado a estas andanças irá sentir-se um pouco frustrado nas primeiras corridas, com algumas desistências e muitos capotanços pelo meio. Nada que não mude passadas umas poucas horas e com algumas ajudas à condução que o jogo oferece.

WRC 9
Pelos caminhos de Portugal

Trata-se de um jogo bastante imersivo onde qualquer distração pode resultar em perda de tempo ou mesmo em acidente. Para evitar que isso aconteça é essencial ouvir as preciosas indicações do copiloto, principalmente em trajetos onde a visibilidade não é a melhor.

(…) qualquer distração pode resultar em perda de tempo ou mesmo em acidente.

Com uma enorme variedade de carros (desde clássicos até aos mais recentes carros do WRC) conseguimos ter sensações de condução totalmente diferente, obrigando a abordagens diferentes ao nosso estilo de condução.

A meio de uma etapa pode começar a chover, e como (provavelmente) não optámos por pneus de chuva, iremos a começara deslizar ainda mais pelos já estreitos caminhos que as etapas nos oferecem.

O tipo de terreno também influencia em muito a aderência do carro, sendo que obviamente é mais difícil controlar nos ralis com neve do que em alcatrão. As etapas à noite são complicadas por si só devido à falta de visibilidade, mas que conseguem ficar bem mais complicadas quando começa a chover ou nevar.

WRC 9

Outro aspeto interessante do jogo é o sistema de danos do carro. Conforme vamos batendo, a condição do carro vai-se deteriorando e com isso a sua condução torna-se cada vez mais árdua, podendo chegar mesmo ao ponto de ter de desistir da prova.

Para ajudar a adaptar-nos a todas essas dificuldades na condução existe um grande nível de configuração do carro que permite alterar os parâmetros da suspensão, travões, entre outras opções que permitem afinar o carro à nossas necessidades.

 

Primeiros passos na carreira de WRC 9

Como em outros anos, um dos maiores focos de destaque do jogo reside no modo carreira. Quando iniciamos é-nos dada a opção de começar a nossa carreira nos Ralis Júnior ou no WRC3. Conforme vamos progredindo na época, se os resultados forem positivos, somos convidados a juntar-nos a juntar a outra equipa ou mesmo subir de escalão.

Neste modo, além dos ralis existem outros eventos de interesse ao longo da época, como corridas históricas, testes de uma marca automóvel, treinos ou eventos em condições extremas. Todo este calendário é gerido pelo jogador que por cada atividade ganha XP que pode ser usado numa árvore de desenvolvimento que nos vai dando uma razoável sensação de evolução quer da equipa, quer do carro que conduzimos.

WRC 9
As quatro componentes de evolução no modo carreira

Os eventos das diferentes marcas automóveis são importantes para ganhar reputação para com essa mesma marca, para quem sabe um dia ir conduzir um dos seus carros.

Outro aspeto do modo campanha é a componente de gestão de equipa, onde somos responsáveis por gerir as pessoas da nossa equipa, como mecânicos, meteorologistas, entre outros. Para que a equipa seja mais eficiente é importante que esteja moralizada, e vá descansando de tempos a tempos.

 

A acelerar noutros modos

Desenganem-se quem pensa que o WRC9 se cinge apenas ao modo carreira. Além dos tradicionais modos de quick race e treino existem outras opções que merecem igual destaque como o modo Season onde podemos competir com qualquer dos pilotos/carros do mundial WRC.

WRC 9

Outra das apostas da Kylotonn é o modo multi-jogador. Apesar de ser possível fazer uma corrida com um amigo ao lado com o modo split screen, a grande aposta é no online e nos e-sports.

 

Corridas Online

Além de existirem eventos diários, semanais e especiais, existe o modo clubes onde podemos criar ou participar em campeonatos criados por um jogador. O criador do campeonato define as etapas, condições climatéricas entre outras opções, e caso o clube seja publico poderá contar com a participação de qualquer jogador.

É possível também fazer corridas online de quatro jogadores onde é possível visualizar os adversários num modo “fantasma” dando uma maior sensação de corrida tradicional. Outro modo que merece destaque e que irá ser lançado via DLC (gratuito) consistirá no co-driver mode, onde um dos jogadores tomará o papel de copiloto. Um modo que certamente dará umas boas horas de diversão.

Por falar em DLC’s, a Kylotonn irá lançar 3 DLC’s gratuitos até ao final do ano que entre outras adições ao jogo, irá conter 6 novas etapas do nosso conhecido Rali de Portugal.

Não esquecer que WRC9 já foi confirmado como um título da próxima geração e estará disponível na PS5 e com upgrade grátis.

 

 

Comparativamente falando, WRC9 apresenta-nos mais provas (com enfâse nos novos ralis do Japão, Quénia e Nova Zelândia), mais carros e algumas melhorias na física e condução, mas além dos novos modos online falha em apresentar algo verdadeiramente diferenciador do seu antecessor.

Independentemente disso, atualmente é um dos melhores (se não melhor) simulador de ralis e que certamente não desiludirá os fãs da modalidade.

WRC 9
8 / 10 Pontuação
Rating8

Related posts