07 Set 2018
PS4

Análise – V-Rally V4

A Big Ben Interactive trouxe-nos a sua nova aposta na área de simulação e condução, V-Rally V4.

V-Rally 4 aborda as disciplinas de Rally, mas com tantos títulos recentes sobre o mesmo tema será que vale a pena arranjar espaço para mais um? Claro que sim.

No começo do jogo como é habitual somos convidados (forçados) a fazer uma pequena corrida para que o jogo calcule o nível de ajudas que acha que devemos utilizar. Após passarmos todas as configurações para tornarmos a condução mais “confortável”, é hora de comprar um carro! Exato, comprar um carro num jogo de corridas, porque não? A escolha na compra do primeiro carro vai ditar as provas em que podemos participar até termos oportunidade de comprar outro carro para competir numa categoria diferente.

Com o decorrer de alguns eventos começa-se a notar alterações nas pistas em que corremos previamente, aumentando ligeiramente o nível de dificuldade, mas se mesmo assim for fácil ganhar ainda é possível alterar o nível do AI antes de cada corrida começar. (Não queremos nenhum bot a fazer de Colin McRae pois não?)

Graficamente não estamos perante nenhuma revolução, com gráficos suaves e sem mudanças bruscas nos cenários. Sentimo-nos bem e não temos trágicas quedas de FPS que poderiam causar um acidente monumental, mas um pouco mais de detalhe não faria mal a ninguém e deixaria muita gente feliz. Mas um jogo não se faz só de gráficos!

O que falta em detalhe certamente não falta em inventário automóvel, o jogo disponibiliza no inicio alguns carros emblemáticos do mundo dos Rallies como o Renault Alpine A110 ou o Mini Cooper S.

A condução é bastante estranha a principio, os controlos são muito leves e requerem muita configuração ou fazer bastantes voltas no circuito de teste até nos sentirmos confortáveis com o carro. Agora pensem em fazer isto cinco vezes diferentes para se habituarem a correr em cinco categorias diferentes.

O jogo vem repleto de conteúdo que já vimos anteriormente, mas com o seu toque especial, conseguimos construir uma equipa em que temos de contratar membros para desenvolver upgrades, mecânicos para as reparações e um agente. Cada um destes dá-nos acesso a um certo bónus como a velocidade das reparações ou o custo das mesmas, mas cuidado com os salários! Somos também abordados por patrocinadores mas para alguns contratos é necessário fazer uma prova de teste, se cumprimos as expectativas temos direito ao contrato, simples e eficaz.

Temos então acesso a cinco categorias para competir: Buggy, Extreme-Khana, Hillclimb, Rally e V-Rally Cross.

Alguns destes nomes são familiares e outros nem por isso, por exemplo, o nome Extreme-Khana pode soar a coisa nova, mas não o é. O objetivo passa por completar um percurso de obstáculos num determinado tempo sem atingir alguns objetos que irão acrescentar segundos ao relógio, sounds familiar?

Por fim temos de falar na jóia da coroa, aquilo que mais me cativou durante este jogo e vai cativar todos aqueles que o jogarem, o modo Hillclimb. Quem nunca sonhou em correr em Pikes Peak? Pois é, a grande adição ao V-Rally V4 que faz toda a diferença. Este modo de jogo adiciona uma pitada de adrenalina ao jogo. Correr em estradas longas com paisagens de cortar a respiração onde mal cabem dois carros? SIM!

 

 O Foxbyte quer agradecer ao nosso piloto de serviço Marco Nascimento pela colaboração em trazer-nos esta análise. 

V-Rally V4
7 / 10 Pontuação
Resumo
No geral V-Rally V4 é o ideal para quem procura uma simulação de Rallies como um passatempo. O acesso a uma grande variedade de veículos e o novo modo de jogo Hillclimb tornam o jogo numa experiência agradável, por outro lado a falta de detalhes gráficos para a geração em que o jogo se encontra e a condução muito “mole” atrapalham um pouco na equação.
Rating7

Também te pode interessar