18 Ago 2018
3DS

Análise – Kirby’s Dream Course

Depois da SNES, Wii e Wii U, a aventura de Kirby no mundo do mini-golfe chega à portátil da Nintendo.

A Nintendo é o verdadeiro rei Midas da indústria dos videojogos, pois transforma em ouro tudo aquilo em que toca. Há mais de 30 anos que a companhia tem dado provas disso e desta vez convenceu-me com um título bastante curioso que junta uma coisa que adoro, com outra que me passa completamente ao lado: Kirby e golfe, respectivamente.

Kirby dream course (1)

Em Kirby’s Dream Course temos como objectivo meter a bola, que neste caso é o próprio Kirby, dentro do buraco, num limitado número de tacadas. Para que o buraco apareça no campo, é necessário derrotar os vários inimigos que se encontram na área e ao sobrar um, este transforma-se no buraco. Tudo aqui é inspirado em Kirby e como não podia deixar de ser, a nossa bolinha rosa consegue absorver alguns poderes dos inimigos que vai derrotando e que vão dando uma ajuda preciosa a terminar os circuitos. Não vou “spoilar” as habilidades disponíveis no jogo, pois podem estragar a experiência e o gozo que dá em desenvolver estratégias. Posso apenas dizer que gostei bastante das físicas do jogo, pois alguns inimigos estão suspensos no ar, elementos que nos complicam a tarefa como por exemplo água, relevos do campo que alteram a trajectória do personagem e isto tudo junto, obriga-nos a criar estratégias bastante inteligentes. Pode-se atribuir o género “Puzzles” ao jogo.

Kirby dream course (1)
O jogo tem um elevado nível de dificuldade, não só pelos seus controlos que requerem uma larga curva de aprendizagem, como pelo facto de termos que terminar cada circuito com 4 vidas e caso fiquemos sem elas, teremos que voltar ao inicio. O jogo é composto por 8 circuitos de 8 buracos cada e juntando a sua dificuldade ainda nos dá uma boa mão cheia de horas de diversão. Se formos craques do mini-golfe ao ponto de bater recordes, o jogo ainda nos brinda com níveis extra aumentando ainda mais o desafio. Alguns são apenas variações dos já existentes, mas não deixam de ser uma boa extensão ao jogo.

O jogo no seu sistema original já era lindíssimos, então comprimido para o ecrã da New 3DS ainda fica melhor. Cheio de cor e detalhe, é um mimo para os olhos. Outra coisa que esta versão tem de bom é a possibilidade de criar pontos de gravação. No que toca a retro sou purista e gosto de passar os jogos da forma como os produtores queriam, mas neste caso tive de recorrer a esta funcionalidade senão ainda hoje estava agarrado à 5ª ou 6ª course.

Kirby dream course (3)

Apesar de não me interessar por golfe, diverti-me bastante com este título que consegue transmitir mais a essência do personagem do que do desporto em si. Trocando as plataformas por campos de mini-golfe, esta aventura de Kirby consegue ser quase tão divertida como os títulos principais e apesar dos seus 21 anos, Kirby’s Dream Course é uma boa adição à biblioteca da New 3DS, e o seu formato de progressão nos níveis torna-o perfeito para uma consola portátil. Podem ter um inicio atribulado devido aos controlos, mas no final do período de habituação, torna-se numa experiência bastante divertida e única mesmo ao fim de duas décadas.

Também te pode interessar