28 Ago 2018
PC e Mac

Análise – Hypergun

Um Roguelike FPS com vibe anos 80’s.

Hypergun apanhou-me completamente de surpresa. Nunca tinha ouvido falar do jogo nem tão pouco fazia ideia do que se tratava até pegar nele. Trata-te de um Roguelike FPS num cenário cheio de cores, dando uma vibe anos 80, apesar do setting do jogo não ser nesse altura.

Hypergun Mayhem
Criem a arma perfeita no combate aos Aliens.

Neste jogo assumimos o papel de um programador que está a trabalhar numa simulação virtual, que tem como objectivo encontrar a arma perfeita para parar a invasão alienígena  que está a decorrer no mundo real. Obtemos esta informação “cuscando” ficheiros espalhados nos escritórios da empresa, que podemos explorar livremente antes de entrar em acção. A acção principal do jogo passa-se dentro da simulação, onde temos que percorrer 6 níveis. Sendo um roguelike, cada vez que perdermos, teremos que voltar do inicio do primeiro nível. Trata-se de um shooter frenético onde os recursos são bastante limitados, principalmente saúde.

O visual do jogo é bastante apelativo.

Percorremos várias salas cheias de inimigos de vários tipos até chegar ao objectivo do nível, o boss. Para além de salas normais, podemos encontrar salas com tesouros, lojas onde podemos utilizar as moedas que encontramos nos níveis para comprar saúde, escudo e munições. Podemos também contra salas de desafio que podemos ignorar, ou activar o desafio na esperança de conseguir saúde, moedas e attachments para as armas. Os attachments são o que vão alterando a jogabilidade. Podem dar os mais diversos efeitos às armas, mas também podem tirar alguns atributos em troca das regalias. Podemos ter vários equipados ao mesmo tempo.

Sala Hypergun
É neste edifício que o nosso personagem trabalha e onde pode “cuscar” o trabalho dos colegas.

Existem também moedas que podemos utilizar fora da simulação para comprar novas melhorias, ou comprar novas classes. Quanto mais jogarmos, mais moedas vamos acumulando para melhorar as nossas classes e assim facilitar a nossa tarefa. Claro que o conhecimento que adquirimos sobre os inimigos cada vez que entramos na simulação, será um dos factores mais importantes no nosso lento progresso no jogo. Infelizmente ganhamos muito poucas moedas por run, então desbloquear coisas novas é um processo demorado e por vezes penoso. Não é tão aborrecido pois o jogo é extremamente divertido.

Hypergun Loja
Podemos adquirir pequenos mimos por um punhado de moedas.

Graficamente é um mimo. Não é dos jogos com melhores gráficos nem lá perto, mas é cheio de cor e efeitos “neon” que dá aquela vibe 80‘s. A nível de som, não é nada realista, mas pelo menos dá para perceber de onde vêm os inimigos. A acção vem sempre acompanhada de músicas “synth-wave” que dão “pica” para a matança.

Níveis Hypergun
Os níveis são gerados de forma aleatória.

No geral, Hypergun é um belíssimo roguelike, bastante divertido e que nos vai cativar durante várias horas até terminarmos o jogo. O problema é que demora muito para conseguirmos ter um bom arsenal, o que pode fazer com que muita gente se afaste dele.

Hypergun
7 / 10 Pontuação
Resumo
Hypergun é um bom jogo dentro do género e bastante viciante... nas primeiras 3 horas. Infelizmente o lento progresso pode afastar muitos jogadores do objectivo principal, mas visto ser um jogo que ainda se encontra em beta, ainda tem margem para melhorar.
Rating7

 

Também te pode interessar