02 Jun 2019
PS4

Análise – Five Nights at Freddy’s VR: Help Wanted

Se as versões normais eram assustadoras, imaginem a VR..

Lançado originalmente em 2014, Five Nights at Freddy’s tornou-se rapidamente num título de sucesso, muito por culpa dos influencers. A sua popularidade foi de tal dimensão que no espaço de um ano foram lançados 4 títulos, e nos anos que se seguiram saíram mais dois da série principal, uma série de spin-offs, novels e merchandise. Apesar da sua jogabilidade bastante simples, o jogo é bastante viciante, mas o que mais chama a atenção do seu público é a sua subentendida história, e teorias por essa internet fora.

fnaf vr screen (6)
Nesta pizzaria nunca somos “demasiado cuidadosos”.

5 anos após esse sucesso, Five Nights at Freddy’s chega finalmente à Playstation, numa coletânea para Playstation VR. Também está disponível para os dispositivos VR da concorrência, mas nesta análise vamo-nos focar na versão da Sony. Muito mais que uma simples adaptação, FNAF VR: Help Wanted é um tributo à série. Neste pacote podemos encontrar os primeiros 3 títulos da série principal, mais 4 séries de mini-jogos. A premissa do jogo é estar sentado numa sala de controlo a controlar as camaras da pizzaria, por isso este título está desenhado para jogarmos sentados.

Basicamente, somos o guarda noturno da Freddy Fazbear’s Pizza, casa de algumas mascotes bem fofas, mas que aparentemente são os responsáveis por vários crimes. Estes pedaços de história estão implícitos através de recortes de jornais, telefonemas e outros detalhes do jogo. O nosso trabalho consiste em vigiar as camaras, e rapidamente vamo-nos apercebendo que estas mascotes animatronics têm vida, e ocasionalmente começam a vaguear pelos corredores. Só conseguimos ter uma camara ativa de cada vez, por isso temos que estar constantemente a trocar entre elas. O objetivo é não deixar que estas fofas criaturas entrem na sala de controlo onde nos encontramos. Para isso temos o auxilio das luzes nos corredores que ligam à sala de controlo, assim como 2 portas de cada lado da sala, que podemos fechar. Estas duas últimas ações consomem muita energia, por isso não se trata simplesmente de nos trancarmos lá dentro, e apenas podemos fazer isso quando os peluches estar mesmo prestes a atacar, caso contrário ficamos sem energia. O nosso turno começa às 00:00h e acaba às 06:00h, por isso apenas temos de sobreviver essas 6 horas por noite (cada hora dura cerca de minuto e meio real). Cada jogo dura 5 noites (como o próprio nome indica). Estes 3 jogos não são reproduções 100% fieis, pois existem pequenos detalhes que foram retirados para que o jogo se torne ligeiramente mais fácil.

fnaf vr screen (1)
Nunca se sabe o que os bonecos fazem com as camaras desligadas.

Algo que me estava a fazer confusão ao início, eram os controlos. Joga-se com o Dualshock, e basicamente temos de “tocar” nos botões para mudar de camaras. Podemos também pegar em objetos como comida e outros elementos. Na maior parte dos casos, não serve para nada, mas noutros servem para revelar moedas escondidas nos níveis, moedas essas que nos permitem desbloquear extras. Mas essas pequenas ações funcionam bastante bem. Trocar de camaras é extremamente fácil, o que não torna a experiência frustrante. Mas o ponto que me estava a chatear era para carregar nos interruptores de controlo das luzes e das portas, pois nunca conseguia lá chegar, e é uma das mecânicas obrigatórias para sobreviver. Mas ao fim de 2 tentativas, lá me apercebi que L2 e R2 controlam as luzes, e L1 e R1 controlam as portas do respetivo lado.

fnaf vr screen (4)
Temos de ser mais rápidos que eles.

Não esperem completar os níveis com facilidade, pois requerem muita prática. Vão ter que descobrir os padrões dos personagens, velocidade de cada um deles a se movimentar pelo recinto, truques para os abrandar e muito, muito sangue frio. Quando menos esperam, podem ter um animatronic na vossa cara e muito provavelmente, um mini ataque cardíaco.

Five Nights at Freddy’s VR: Help Wanted tem muito mais conteúdo para oferecer, e para alem dos primeiros 3 jogos da série, tem também 4 séries de mini-jogos. A primeira, Dark Rooms, consiste em estarmos frente a frente com um dos bonecos, e apenas com uma lanterna na mão, apontar para ele quando está num ponto específico do corredor. Aqui temos que usar a nossa audição para ter mais ou menos noção de onde ele se encontra. Se não o pararmos no sitio certo durante o tempo limite, ou se deixarmos ele se aproximar demais, perdemos.

fnaf vr screen (5)
4 séries de mini-jogos para dar mais valor ao pacote.

Parts and service é a segunda série de mini-jogos,  e aqui temos que consertar os bonecos, sem que estes nos matem no processo. Em Vent Repairs desempenhamos o papel de técnico de condutas de ar, e tal como já era de esperar, o objetivo é arranjar as condutas sem que apareça uma fofa criatura animada e nos mate. E por fim, Night Terrors. Esta série de mini-jogos é inspirada por FNAF4, que consistia em pequenos jogos dentro de um quarto, tudo em 8 bits. Aqui é basicamente um remake desses mini-jogos, mas em 3D. Nestes mini-jogos assumimos o papel de uma criança que apenas tem uma lanterna, e tem de repelir os ataques dos animatronics.

Five Nights at Freddy’s VR: Help Wanted reúne as melhores experiências da série para a realidade virtual. Se as versões originais eram assustadoras, a versão VR consegue ir até novos patamares. É um excelente tributo ao legado de Scott Cawthorn.

Five Nights at Freddy's VR: Help Wanted
8 / 10 Pontuação
Com 3 jogos da série principal e 4 séries de minijogos, FNAF VR: Help Wanted é o pacote perfeito para os fãs da série, ou para os curiosos que se queiram aventurar nesta pizzaria.
Rating8
PS4

Análise - Five Nights at Freddy's VR: Help Wanted

Related posts