25 Ago 2018
Análises

Análise – Cartoon Network: Battle Crashers

Do ecrã para as consolas, as novas estrelas da Cartoon Network reúnem-se neste beat ‘em up.

Quem nunca viu animações do Cartoon Network? Este canal de televisão há mais de 20 anos que nos brinda com séries bizarras, mas ao mesmo tempo de grande qualidade. Claro que animações de sucesso pedem jogos, e heis que nos chega mais um jogo baseado nesse universo: Cartoon Network: Battle crashers.

Resumindo, Cartoon Network: Battle Crashers é um Sidescroller Beat ‘em Up 2D, muito ao estilo de Street Of Rage e Double Dragon. Desenvolvido pela Magic Pockets, o jogo conta com personagens e cenários baseados em várias séries da Cartoon Network. Se estão à espera de encontrar um Johny Bravo ou até mesmo Cow and Chicken, esqueçam, pois apenas estão representadas séries dos últimos anos como Adventure Time, Clerence e Steven Universe, o que é normal visto que o jogo tem os mais jovens como público alvo.

A história é praticamente inexistente, e muita vezes os personagens aparecem só porque sim. Não existe interacção entre eles e muitas falas são frases soltas. É uma pena, pois quase todos os personagens são carismáticos, o que teria dado mais animação ao jogo.



Gosto dos gráficos, representam bem o visual das séries, mas infelizmente foi mal utilizado e os cenários para além de praticamente vazios, os poucos elementos repetem-se ao longo do nível, parecendo que estamos sempre no mesmo sitio. Existem alguns níveis bónus que consistem em matar alguns inimigos, mas nada que quebre a monotoriedade dos níveis principais. A jogabilidade é simples e repetitiva. Existem no total 6 personagens que podemos controlar a qualquer momento e podem ser evoluídos, mas mesmo isso não faz com que o jogo não deixe de ser chato e repetitivo.

Em suma, Cartoon Network: Battle Crashers é mau em quase todos os aspectos. Confesso que já joguei jogos do género bem melhores em sites como Miniclip e Newgrounds. É impressionante como um jogo de um franchise tão conhecido, consegue receber uma adaptação tão pobre e sem alma como Battle Crashers. Não consigo arranjar uma razão para o comprar, nem mesmo para entreter os mais novos. Existem dezenas de jogos do género no mercado e praticamente todos são melhores que este.

Também te pode interessar