Será relevante para o cenário competitivo é mais uma gota no oceano?

Desenvolvido pela Rock Nano Global e publicado pela Maximum Games, ArmaGallant: Decks of Destiny chega em exclusivo à Playstation 4.

O cenário assemelha-se muito ao que os MOBAS nos têm habituado, só que aqui o objectivo não é destruir o núcleo de uma base inimiga, mas sim manter pontos de controlo, como um modo Domination. Trata-se de um jogo de estratégia em tempo real visto de cima, onde controlamos monstros e utilizamos feitiços com a ajuda de cartas, cartas essas que só podem ser jogadas a troco de mana.

Para um jogo de estratégia na consola, os controlos são bons. Conseguimos seleccionar e alternar entre unidades de forma instantânea. As partidas não duram mais de 15 minutos. No fim de cada partida será nos atribuído ouro que serve para comprar pacotes de cartas para criar um novo baralho ou reforçar outro já existente. Existem imensas cartas para coleccionar repartidas por 5 elementos diferentes, e cada um deles representa uma forma diferente de jogar o jogo. Existem infinitas possibilidades de construção de deck, até porque podemos misturar todos os elementos.

Para além de podemos criar partidas privadas de 2vs2, treinar contra bots e jogar ranked 1vs1, pouco mais existe para fazer em ArmaGallant. No geral é um bom jogo competitivo, bastante divertido de jogar e de coleccionar cartas virtuais, mas o preço de 19.99€ vai ser um travão para muita gente, pois existem vários jogos do género que são gratuitos e que conseguem apresentar muito mais conteúdo do que ArmaGallant: Decks of Destiny.