Um jogo vindo de uma companhia que passou da criação de jogos de homens em tanga a lutar por um cinto, a jogos de miúdas a vestirem-se para as passerelle.

O que eu achava que iria ser uma experiência para crianças dos 6 aos 10 anos, acabou por envolver um pouco mais de complexidade e de certa forma até lhe tomei o gosto.

Esta experiência que vos falo é New Style Boutique 2 Fashion Forward. Um jogo de simulação de moda da Nintendo, desenvolvido pela syn Sophia, antiga AKI Corp, que se dedicava a jogos de wrestling. Neste aspecto acho que a companhia não mudou muito o rumo dos seus jogos. Se agora temos jogos em que compramos casacos e chapéus, em tempos tínhamos (e ainda temos) jogos de homens de tanga a lutar por um cinto.

NEW STYLE BOUTIQUE 2

 

Quando olhamos para a capa do jogo conseguimos perceber que transborda Nintendo por todos os cantos, e isso enganou-me, pois achava que estava prestes a pegar num jogo em que só iria durar 20 minutos nas minhas mãos até o encostar na prateleira devido à elevada criancice nele inserida. Na realidade, o jogo é muito mais do que aquilo que a capa mostra e este título é o perfeito exemplo de que não devemos nunca julgar um livro pela sua capa. Mas já vos digo porque.

New Style Boutique 2 começa com a nossa personagem a receber uma carta da nossa avó com uma chave que lhe dá acesso a uma casa em miniatura. Do nada, aparece Sophie, uma rapariga tambem em miniatura que diz que a sua avó era muito amiga da nossa e que isso quereria dizer algo. Ela pede para lhe arranjarmos um chapéu e num instante a nossa personagem é uma expert de moda. Logo de seguida Sophie reduz o nosso tamanho para conseguirmos entrar na casa em miniatura, em que ao passar da porta, notamos que é uma cidade chamada de Beaumonde. A seguir, Sophie apresenta-nos a uma das suas amigas e do nada tornamo-nos managers de uma loja de roupa, e é aí que começa a nossa aventura…

NSB2-1

O conceito do jogo é o de gerirmos uma loja de roupa, vender o máximo de peças possível, atrair o maior número de clientes para passar a palavra sobre a loja e assim expandir o negócio. Com essa expansão conseguirmos desbloquear mais locais de negócio ou lazer em Beaumond, mais lojas para comprarmos novo stock, novas funcionalidades e claro, mais pessoas, tudo isto na mesma cidade.

“Se agora temos jogos em que compramos casacos e chapéus, em tempos tínhamos (e ainda temos) jogos de homens de tanga a lutar por um cinto.”

Fiquei impressionado em como um jogo com um conceito tão simples consegue diversificar tanto de forma a nunca tornar a experiência de jogo monótona, mesmo que sendo repetitiva.

NSB2-9

Indo por partes, o primeiro local que temos acesso para alem da nossa loja é a avenida principal que tem também o nosso apartamento e a loja da nossa casa de bonecas onde podemos decorá-la com uma lista infindável de ítems, tudo isto a troco do que ganhamos com as vendas da loja. Depois de decorada, podemos alugar até 4 quartos disponíveis aos habitantes de Beaumond. Não me perguntem como é que as pessoas alugam quartos de casa em miniatura e conseguem lá viver felizes para sempre, mas neste jogo conseguem, e tudo isto é mágico, tudo isto é Nintendo.

NSB2-8

Temos outros locais importantes para o nosso progresso no jogo que também podemos visitar e conhecer futuros clientes, como é o caso do parque Primrose com o jardim de rosas que serve para convivermos e beber chá. Tudo isto acompanhado de inúmeros gossips entre os populares que também é uma grande fatia do jogo, onde podemos apanhar algumas dicas de moda sobre este ou aquele personagem sempre que clicamos no ícone para falar com as dezenas de NPC espalhados pelo jogo.

Na Cafetiere Close temos um cabeleireiro, um café para beber…café, e uma sala de concertos para passarmos um bom bocado (10 segundos) a ver o concerto da mesma rapariga que nem sequer se acompanha por banda nenhuma e claramente só sabe cantar aqueles míseros segundos da mesma musica. Ou se calhar eu não lhe dei o devido valor e nunca mais lá voltei. Prefiro chá.

De seguida temos o chalet Caprice com os Showrooms onde podemos ver a quem alugamos os nossos quartos da casa de bonecas, e redecorá-los como quisermos. A Taylor Arcade que possui o Hall de exibição onde temos a nossa escolha imensas lojas de roupa para garantir que temos sempre stock do mais variado número de peças e marcas de roupa. E por último temos a Station Square onde visitamos o salão de beleza para nos pintarmos como manda a lei, entre outras atracções locais.

NSB2-4

 

O gameplay é um pouco repetitivo de inicío, pois as clientes que vamos conhecendo na rua basicamente procuram todas peças de roupa que temos em stock e dizem sempre a cor, padrão ou estilo de vestuário que querem. Uma vez satisfeitas, ou vão à sua vida ou convidam-nos a visitar um novo local na cidade e com isso dar mais longevidade ao jogo. À medida que conseguimos desbloquear quase mais funções e extras no jogo, notamos que os clientes se vão tornando mais exigentes e começam a pedir peças mais rigorosas, conjuntos de roupa que por vezes temos de ser nós a decifrar exactamente o que querem, e isso começa a ser desafiante. Desafiante no sentido que para mim tudo o que eles vestem parece um pouco folclórico e muitas vezes ate ridículo, portanto, normalmente quando me pedem um certo conjunto, eu faço a mistura de cores e estilos mais estranha que consigo, e eles acabam por adorar. Vá-se lá entender.

Outras opções de jogo, como o telemóvel, também caíram bem neste titulo e gostei de algumas funções, tais como a caixa de mensagens onde normalmente recebemos mensagens a dizer que gostaram muito de nós ou que estão a cuscar a vida de A ou B. Podemos visitar os perfis dos NPC que conhecemos na rua, ver a nossa agenda com os eventos que temos marcados, e ainda a opção de amiibo para convidar amigos para a nossa Boutique. Uma maravilha.

NSB2-3

Na parte gráfica, o jogo é totalmente em 3D, com algumas cutscenes em 2D. A opção 3D da 3DS cumpre os requisitos mínimos, mas na minha opinião, não traz nada de mais à expêriencia de jogo. O modelo dos personagens está bem capturado, pois apesar de os bonecos terem aquele ar Chibi, movimentam-se como uma pessoa real. O artwork está simples, colorido com tonalidades suaves e com uma overdose de cor de rosa.

A sonoridade tambem está no ponto, com muitas melodias diferentes, sempre alegres, descontraídas e com aquela inocência que só a Nintendo nos consegue dar. Realço particularmente uma música em dubstep que parece que foi feita com um teclado de marshmallows ligado a um pedal de distorção de chocolate Milka (a sério).

NSB2-10

New Style Boutique 2 Fashion Forward é um jogo virado para as crianças e adolescentes tenrinhos que querem aprender como é a vida numa Zara, Bershka ou até uma Stradivarius. Aconselho este título a todos os comerciantes têxteis, futuros colaboradores de lojas de roupa e todos aqueles que gostam de um simulador de moda com um cheirinho a Sims, e uma perninha na veia cusca da vida alheia.