26 Set 2019
Análises

Análise – SteamWorld Heist

Uma grande surpresa

Passando-se no mesmo universo que SteamWorld Dig, Heist troca a exploração de minério pela empolgante vida de pirataria espacial. Aqui controlamos Piper Faraday, capitã de uma nave pirata num ambiente à la velho oeste. Como objectivo temos que, com a ajuda da nossa equipa, invadir outras naves e roubar tudo o que conseguirmos.

steamworldheistimagem (2)

Se tiver que definir um género para este jogo, diria que é um side-scrolled turn based tactical RPG, mas tudo misturado de forma perfeita. Controlamos entre 1 a 4 personagens, cada um com as suas habilidades e especializações e mesmo sendo um RPG táctico, o combate decorre de forma simples e rápida. Mover e disparar são os comandos base, mas com equipamento teremos mais opções como atirar granadas ou recuperar alguma saúde. Outro ponto curioso na jogabilidade é que o dano não é baseado em sorte, mas sim na nossa perícia, pois para disparar temos de apontar a arma de forma livre. Cada arma tem o seu dano definido, e se acertarmos na cabeça teremos 50% de hipótese de dar dano crítico. Algumas armas mais potentes como revólveres conseguem fazer ricochete, o que é bastante bom quando um inimigo está atrás de cobertura. Existem ainda outros elementos nos níveis para vos auxiliar, ou vos fazer a vida negra. Sendo um RPG os vossos personagens recebem experiência no final de cada assalto e cada nível que adquirem, recebem uma habilidade para eles. Para além de dezenas de armas, armaduras e outros gadgets para melhorar a crew, ainda podem coleccionar chapéus que vão atirando da cabeça dos vossos adversários, mas estes servem apenas para dar estilo aos vossos companheiros de lata e não dão bónus nenhum.

steamworldheistimagem (1)

Irá sair para quase todas as plataformas recentes incluindo Mobile, mas por enquanto só está disponível na eShop da 3DS e na minha opinião, a forma como progredimos no jogo é perfeita para dispositivos portáteis: Iremos percorrer um mapa onde podemos escolher os níveis, e em cada um deles vamos desbloquear estrelas baseado na nossa prestação. Acabar com as estrelas todas é sempre um incentivo, pois com elas iremos desbloquear mais níveis, armas e companheiros mais fortes. Antes de iniciarmos o nível temos a opção de escolhermos uma dificuldade e quanto maior ela for, maior será a nossa recompensa no fim do nível mas por outro lado, maior vai ser a nossa penalização em caso de falhanço. Repetir os níveis para melhorar o rank também não é um martírio, pois estes são gerados de forma semi-aleatória (ao estilo de Diablo).

Não esperem uma história que vos agarre, pois o jogo só por si não precisa disso, mas contem com um leque de personagens bem divertidos que apesar de robots, têm todos uma personalidade muito própria e os seus efeitos sonoros acabam por ser bastante engraçados. Graficamente tem o estilo cartoonesco de SteamWorld Dig, com traços que pessoalmente gosto bastante. Completar tudo a 100% ainda vos vai consumir umas 12 horas, mas se sentirem necessidade de continuar a jogar, ainda terão um New Game +.

Em suma, SteamWorld Heist é das melhores opções na eShop da 3DS se procuram um jogo para matar tempo, substituindo aqueles desafios de sudoku e palavras cruzadas do jornal. Como os níveis são rápidos e fácil de jogar, é ideal para jogar enquanto temos uma pausa. Este jogo apareceu de surpresa e prova que um jogo táctico não precisa ser complexo e frustrante.

Related posts