Um clássicos dos jogos Flash chega à 3DS numa versão definitiva.

Shift nasceu em 2008 como um jogo flash e tornou-se bastante popular nos sites do género, como por exemplo o Miniclip. A série principal já conta com 4 jogos que receberam port para iOS e outros tantos Spin Offs. Mas vamo-nos focar em Shift DX que se encontra disponível na Nintendo 3DS.

Shift é um jogo de puzzles com mecânicas muito simples. O nosso personagem é teste de uma experiência ao estilo de Portal e a sua habilidade é virar o cenário do avesso. O objetivo de cada nível é sempre o mesmo: chegar à porta de saída. O jogo apresenta duas cores apenas, preto e branco, sendo que cada uma delas representa os obstáculos e vazio. Ao fazermos “Shift“, para além do mapa inverter, o significado das cores também inverte e tudo o que era sólido passa a vazio, e vice-versa. Os níveis desenrolam-se em volta desta mecânica, mas pelo meio também iremos encontrar secções onde teremos de tocar em chaves e lâmpadas para abrir novas possibilidades. São níveis curtos que se terminam em poucos minutos. Notei que existe falta de consistência na dificuldade, pois por vezes chegamos a um nível extremamente fácil depois de um nível que requer queimar uns quantos neurónios. Isto acontece ao longo de todo o jogo.

Shift DX vem carregado de conteúdo, tendo em conta que se trata de um jogo de baixo custo. Para além de conter todos os níveis dos primeiros dois títulos, ainda nos apresenta mais 100 níveis e como se isto não bastasse ainda podemos criar os nossos próprios e partilhar com todo o mundo através de um sistema de QR codes. Também podemos desbloquear extras como novos esquemas de cores para os níveis e personagens jogáveis. Existe ainda um modo Challenge em que temos que completar os níveis no menor número de jogadas possível.

A apresentação do jogo é simples tal como a sua versão flash. O único problema é que a resolução não foi ajustada ao ecrã da consola e os criadores acharam por bem colocar duas tiras a preto e branco nos lados em forma de criaturas. Visualmente não me faz confusão até que eu precise de me movimentar nas extremidades do nível e confesso, em vários níveis fui trollado pois pensava que essas formas nas laterais faziam parte do nível. Os níveis são todos acompanhados de músicas com um toque tecno e que muito sinceramente, até ajudam no ambiente do jogo. Os controlos são simples e o jogo é fácil aprendizagem. O único problema é que o personagem nem sempre responde ao comando de “shift” com rapidez.

Shift DX é uma excelente homenagem às versões flash e um bom jogo para quem gosta de puzzles rápidos. Por um preço bastante baixo podem desfrutar de uma boa e longa seleção de quebra-cabeças com a possibilidade de criarem os vossos próprios desafios com o resto do planeta.